Avatar Wiki
Advertisement
Emblema da Nação do Fogo.png


O Templo do Fogo era um pagode de cinco camadas construído no topo de uma colina escarpada na Ilha Meia-Lua, no leste da Nação do Fogo. Foi mantido pelos Sábios do Fogo e intimamente associado ao Avatar Roku, que estudou lá por muitos anos para dominar o Estado Avatar. O antigo templo usava mecanismos que exigiam dobra de fogo para operar; por exemplo, a porta do santuário só poderia ser aberta por cinco rajadas de fogo simultâneas.[1]

História[]

O Avatar Roku destruiu o Templo do Fogo em 99 DG.

O Templo do Fogo foi originalmente fundado na Ilha Meia-Lua como um refúgio para os Sábios do Fogo, a autoridade religiosa da Nação do Fogo, na ilha mais externa do arquipélago da Nação do Fogo. Seu eixo foi construído de forma que a luz do sol nos solstícios e equinócios penetrasse no santuário e iluminasse os olhos da estátua do Avatar Roku.[2]

Em sua busca para se tornar um Avatar totalmente realizado, o Avatar Roku se refugiou neste templo em 55 AG, onde eventualmente dominou o Estado Avatar. No entanto, durante o processo, ele destruiu parcialmente o templo e mais tarde foi forçado a reconstruí-lo.[3] Durante a reconstrução, o Avatar Roku esculpiu uma série de passagens secretas sob a estrutura.

Em 99 DG, o templo foi destruído novamente quando o Avatar Roku se manifestou através do corpo de Aang para derrotar os soldados da Nação do Fogo estacionados fora do santuário.[4]

Santuário[]

A porta do santuário ficava trancada e exigia um Avatar totalmente realizado ou cinco rajadas de fogo simultâneas para abrir.

O santuário foi construído para receber um raio de sol através de um rubi gigante e lançar um ponto de luz dentro do santuário.[5] Ao pôr do sol do solstício de inverno, o ponto de luz do sol alcançaria e iluminaria a estátua do Avatar Roku, tornando possível a comunicação com ele.[6] Quando o Avatar Roku estava vivo, os Sábios do Fogo usaram o santuário para se comunicar com ele no solstício, mas após sua morte, apenas Aang foi capaz de se comunicar com o Avatar Roku. A porta maciça do santuário protegia o santuário de intrusos. Essas portas só poderiam ser abertas por um Avatar totalmente realizado ou com cinco rajadas de fogo simultâneas.[4]

Trívia[]

  • O projeto do Templo do Fogo foi baseado na Torre do Grou Amarelo em Wuhan, China.[7]

Referências[]

  1. Do antigo site oficial de Avatar: A Lenda de Aang, originalmente em Nick.com. Em inglês; já não mais atualizado, nem disponível. Enciclopédia arquivada em aqui. The Lost Lore of Avatar Aang - Location: Fire Temple.
  2. Do antigo site oficial de Avatar: A Lenda de Aang, originalmente em Nick.com. Em inglês; já não mais atualizado, nem disponível. Enciclopédia arquivada em aqui. The Lost Lore of Avatar Aang - Location: Crescent Island.
  3. Fuga do Mundo Espiritual: Quadrinhos Online do Avatar Roku
  4. 4,0 4,1 Solstício de Inverno, Parte 2: O Avatar Roku. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 8. Nickelodeon. (15 de abril de 2005). Michael Dante DiMartino (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  5. Do antigo site oficial de Avatar: A Lenda de Aang, originalmente em Nick.com. Em inglês; já não mais atualizado, nem disponível. Enciclopédia arquivada em aqui. The Lost Lore of Avatar Aang - Gear: Sozin's Comet.
  6. Solstício de Inverno, Parte 1: O Mundo Espiritual. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 7. Nickelodeon. (8 de abril de 2005). Aaron Ehasz (roteirista) & Lauren MacMullan (diretor).
  7. Avatar: A Lenda de Aang — A Arte da Série Animada, página 52.

Veja também[]

Advertisement