Avatar Wiki
Advertisement
Emblema dos Nômades do Ar.png


O Templo do Ar do Oeste é um dos quatro Templos do Ar originais dos Nômades do Ar e um dos dois, sendo o outro a Templo do Ar do Leste, que alojavam apenas mulheres dobradoras de ar. Ele está localizado nas montanhas ao norte da Nação do Fogo. O templo é notável na medida em que, ao contrário dos outros quatro templos, está situado por baixo da borda de um penhasco em vez de no topo de uma montanha. As torres foram construídos de cabeça para baixo, e por causa disso, o templo é escondido para viajantes casuais. [1] Seu design permite que o vento flua até as câmaras mais profundas, fazendo os Nômades do Ar sentirem-se em casa.[2] Avatar Yangchen nasceu e foi criada no Templo do Ar do Oeste.

História[]

No início da Guerra dos Cem Anos, a população do Templo do Ar do Oeste foi morta pela Nação do Fogo durante o genocídio dos Nômades do Ar. Quase um século mais tarde, depois de ter sido banido da Nação do Fogo, Zuko viajou ao templo para começar sua busca pelo Avatar. Quando Zuko partiu, o templo voltou a ficar desabitado até Aang e seus amigos irem para o Templo do Ar do Oeste para um lugar seguro para ficar depois da invasão mal sucedida. Ironicamente, depois de seguir os restos da força de invasão, Zuko decidiu juntar-se a Aang, comprometendo-se a ensinar-lhe dobrar o fogo.

O templo sofreu grandes danos após um ataque do Homem Combustão, mas ainda estava em grande parte intactos.[1] O grupo passou várias noites lá, até Azula conduzir um ataque contra o templo, lutando contra seu irmão e forçando o resto do grupo a fugir e se dispersar. Depois de uma de suas explosões entraram em confronto com uma explosão igualmente poderosa de Zuko, ambos foram jogados para fora da aeronave. Zuko foi salvo pela Equipe Avatar, que estava voando em Appa e Azula usou sua dobra de fogo para impulsionar-se em direção ao penhasco, usando seu pedaço de cabelo como um gancho para retardar a queda. Os membros das forças de invasão, incluindo Chit Sang, fugiram usando um dirigível roubado de Azula na prisão da Rocha Fervente. O ataque resultou em uma grande quantidade de danos, incluindo a destruição completa dos restos da fonte.[3]

Após a Guerra dos Cem Anos, o Templo do Ar do Oeste, junto com os outros três templos do ar, foi restaurado à sua antiga glória pelo Avatar Aang e os Acólitos do Ar.[4]

Descrição[]

O templo foi construído na parte inferior de um penhasco, fazendo com que todos os edifícios a aparecer para pendurar de cabeça para baixo. Há passos incorporadas ao lado do penhasco para permitir o movimento entre as camadas do templo e edifícios diferentes.

Embora seu interior não tenha sido mostrado, Teo menciona um corredor de estátuas. O templo apresenta alguns pontos de lazer interessantes, como uma mesa gigante Pai Sho, uma câmara de eco, uma pista de obstáculos para bisões do ar, e uma pista de corridas.[1]

Outra característica digna de nota é uma série de portas de metal situadas dentro da área de fonte que pode ser utilizado como escudos.[3]

Trivia[]

  • Até que o Homem-Combustão destruísse parte da estrutura da fonte e uma das torres invertidas do templo, este parecia ser o único templo intocado por outras partes; o Templo do Ar do Sul teve cadáveres da Nação do Fogo das forças do Senhor do Fogo Sozin, o Templo do Ar do Norte foi modificada e danificado por colonos do Reino da Terra, e do Templo do Ar do Leste foi limpo por Guru Pathik. Os únicos visitantes conhecidos do Templo do Ar do Oeste foi Iroh e Zuko uma semana após o banimento do Príncipe.[1]
  • Este é o único dos templos de ar iniciais de não ser localizado no topo de uma montanha.
  • A dobra de ar de Aang foi reforçada devido ao ambiente ventoso do Templo do Ar do Oeste.[5]
  • O Templo do Ar do Oeste é o maior dos cinco templos.
  • O Templo possui uma larga mesa de Pai Sho. [1]
  • O Templo do Ar do Oeste era o único templo do ar não visto em A Lenda de Korra

Referências[]

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 O Templo de Ar do Oeste. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 12. Nickelodeon. (14 de julho de 2008). Elizabeth Welch Ehasz, Tim Hedrick (roteiristas) & Ethan Spaulding (diretor).
  2. Do antigo site oficial de Avatar: A Lenda de Aang, originalmente em Nick.com. Em inglês; já não mais atualizado, nem disponível. Enciclopédia arquivada em aqui. The Lost Lore of Avatar Aang.
  3. 3,0 3,1 Os Atacantes do Sul. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 16. Nickelodeon. (17 de julho 2008). Elizabeth Welch Ehasz (roteirista) & Joaquim Dos Santos (diretor).
  4. The Legend of Korra: Enhanced Experience, page one.
  5. Avatar Extras for "The Western Air Temple" on Nicktoons Network.

Veja também[]

Advertisement