Avatar Wiki
Advertisement
Emblema da Nação do Fogo


Este artigo é sobre a prisão em que Hama foi detida. Para outros usos semelhantes, veja Prisões (desambiguação).

Esta prisão para dobradores de água era uma instalação de segurança máxima localizada em uma ilha remota na Nação do Fogo, construída especificamente para deter prisioneiros dobradores de água da Guerra dos Cem Anos. Para garantir que nenhum dos prisioneiros tivesse acesso à água, eles foram suspensos em gaiolas e o ar seco foi bombeado para dentro de suas celas.[2] Os guardas tomaram medidas extremas para garantir que os dobradores fossem contidos, restringindo suas mãos enquanto comiam e bebiam. Qualquer resistência durante este estágio teria consequências graves.[1]

História[]

Hama dobrando o sangue de um elefante rato

Hama aperfeiçoou a arte da dobra de sangue praticando em ratos elefantes.

Hama, a última dobradora de água da Tribo da Água do Sul a ser levada pela Nação do Fogo, foi trazida aqui após sua captura. Depois de ficar aqui a maior parte de sua vida, ela descobriu que durante a lua cheia, suas habilidades de dobra de água melhoraram dramaticamente e ela foi capaz de controlar a água dentro de outros corpos, descobrindo assim a arte de dobra de sangue.

Depois de praticar a arte recém-descoberta nos ratos elefantes em sua gaiola, ela executou a técnica com sucesso em um dos guardas e o manipulou para destravar sua gaiola. Hama prontamente saiu da prisão como uma mulher livre pela primeira vez em anos.[1]

Após o fim da Guerra dos Cem Anos, a Nação do Fogo libertou todos os seus prisioneiros dobradores de água sobreviventes. Muitos dos prisioneiros eram idosos, e voltar para casa seria apenas o primeiro passo para se curarem do trauma prolongado de sua prisão. Alguns não se sentiam confortáveis no Polo Sul depois de todas as mudanças pelas quais ele passou e todo o tempo que passaram afastados, e alguns até descobriram que tinham um bloqueio emocional que os impedia de dobrar água.[3]

Descrição[]

A Prisão da Ilha de Fogo era uma instalação de segurança máxima localizada em uma ilha remota ao norte da Nação do Fogo, construída especificamente para deter prisioneiros dobradores de água da Guerra dos Cem Anos. Para garantir que nenhum dos prisioneiros tivesse acesso à água, eles eram suspensos do chão em gaiolas e ar seco era bombeado em suas celas para que não pudessem usar a água do ar.[2] O tratamento dos internos era desumano, pois os guardas tomavam medidas extremas para garantir que os dobradores fossem contidos, restringindo suas mãos enquanto comiam e bebiam. Qualquer resistência durante essa etapa era enfrentada com punições severas.

Os dobradores de água que não foram mortos nos ataques ao sul eram mantidos nesta prisão. Esses dobradores de água não tinham maneira nenhuma de lutar ou escapar.[1][4]

Referências[]

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 A Manipuladora de Fantoches. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 8. Nickelodeon. (9 de novembro de 2007). Tim Hedrick (roteirista) & Joaquim Dos Santos (diretor).
  2. 2,0 2,1 Do antigo site oficial de Avatar: A Lenda de Aang, originalmente em Nick.com. Em inglês; já não mais atualizado, nem disponível. Enciclopédia arquivada em aqui. The Lost Lore of Avatar Aang - Location: Hama's Prison. Erro de citação: Etiqueta inválida <ref>; Nome "dead 308-7" definido várias vezes com conteúdo diferente
  3. Avatar Legends: The Roleplaying Game. Core Book, Version 1.0, 2022, p. 73.
  4. Erro de citação: Marca <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas CoreBook-61
Advertisement