Avatar Wiki
Advertisement
Emblema da Tribo da Água


O colar da Katara é uma gargantilha azul com uma joia azul-clara feita à mão com o símbolo da dobra de água. Foi originalmente feito por Pakku como um colar de noivado para Kanna, mas desde então se tornou uma herança de família passada de uma geração para a outra, começando com Kanna, que o passou para Kya, que finalmente o passou para Katara.[1] O colar é o bem mais precioso de Katara, servindo como sua única lembrança de sua falecida mãe.[2]

História[]

Por volta dos 40 DG, Mestre Pakku da Tribo da Água do Norte confeccionou este pingente como um colar de noivado para sua esposa, Kanna. Serviu como uma proclamação de seu afeto e adulação pela jovem. No entanto, Kanna não apreciava os costumes sexistas da Tribo da Água do Norte, então ela fugiu para a Tribo da Água do Sul em busca de um novo começo. Apesar disso, Kanna manteve o colar com ela.[1]

Eventualmente, Kanna passou o colar para Kya, a esposa de Hakoda, seu filho. Kya usou o colar seis anos antes do retorno do Avatar, durante um ataque da Nação do Fogo que tirou sua vida.[3] Após sua morte, o colar foi passado para a filha de oito anos de Kya, Katara.

Em 99 DG, Katara explicou a Haru que ela ficou com o colar, pois era a única lembrança de sua mãe. No entanto, ela também concordou que o colar em si não foi suficiente para preencher o vazio emocional causado pela morte de sua mãe. Pouco depois, ela começou uma revolta em uma plataforma de prisão da Nação do Fogo, depois descobrindo que seu colar desapareceu após sua fuga. Durante este tempo, o colar ficou com Zuko, que o encontrou perdido na plataforma abandonada.[2]

Zuko oferece a Katara seu cordão

Zuko tentou subornar Katara com o colar em troca de informações sobre o paradeiro de Aang.

Semanas depois, Zuko descobriu e capturou Katara enquanto ela tentava praticar a dobra de água usando um pergaminho roubado. Depois de amarrá-la a uma árvore, ele revelou que estava de posse de seu colar perdido, o último laço que Katara tinha com sua mãe. Zuko a subornou com a lembrança, prometendo devolvê-la se ela estivesse disposta a abrir mão de Aang. Katara recusou e ela escapou logo depois com Aang e Sokka, deixando Zuko com o colar.[4]

Mais tarde, perto da Vila Makapu, Aang confeccionou um novo colar para Katara com flores e a linha de pesca de Sokka. Ela usou o colar feito à mão várias vezes durante sua estadia na aldeia, mas nunca mais o usou depois de sua partida.[5]

Zuko contratou uma caçadora de recompensas, June, que usou o perfume do colar de Katara para seu shirshu rastrear Katara. Alcançando-a mais uma vez, Zuko capturou a jovem dobradora de água e seu irmão, Sokka, e confrontou Aang em uma batalha em Abadia. Foi durante essa batalha que Aang recuperou com sucesso o colar de Katara de Zuko. Enquanto eles voavam em Appa, ele devolveu o colar a Katara, que agradeceu com um beijo na bochecha.[6]

Enquanto estava na Tribo da Água do Norte, uma curandeira habilidosa, Yugoda, reconheceu Katara como a neta de Kanna após observar as esculturas no colar de Katara. Foi aqui que Katara soube que sua avó foi criada na Tribo da Água do Norte. Mais tarde, Katara duelou com Pakku, um mestre de dobra de água que se recusou a aceitá-la como sua aprendiz, devido ao preconceito contra as mulheres na cultura da Tribo da Água do Norte. Durante a batalha, o colar caiu do pescoço de Katara e caiu no chão gelado do círculo de luta. Katara logo foi derrotada por ser encarcerada em uma prisão de gelo. Depois de derrotar Katara, Pakku começou a deixar a arena e viu o colar que havia feito à mão sessenta anos antes. Isso foi o que o convenceu a finalmente deixar de lado seus velhos preconceitos e ensinar Katara, a neta de seu antigo amor, a dobra de água.[1]

Tendo descoberto do paradeiro de Kanna, Pakku foi para o Polo Sul para ajudar nos esforços de reconstrução e se reunir com seu amor perdido.[7] A partir desse ponto, o colar permaneceu em segurança na posse de Katara durante sua jornada para Ba Sing Se, onde ela foi capturada por Azula e aprisionada ao lado de Zuko durante a derrubada do Rei da Terra. Katara começou a repreender Zuko pela crueldade dele e de sua nação para com o mundo. Ela ainda expressou sua tristeza contando a Zuko como sua nação assassinou sua mãe, agarrando-se ao colar quando ela começou a chorar. Isso foi o que fez Zuko compartilhar a perda de sua mãe com Katara, o que a convenceu de que ele tinha a capacidade de mudar.[8]


Tendo livrado Aang da morte e com Zuko se juntando ao grupo de Azula, a Equipe Avatar se infiltrou na Nação do Fogo, obtendo trajes locais para se misturar. Katara modelou para Aang mais uma vez, levando-o a comentar que o colar revelaria sua identidade. Relutantemente, Katara o removeu, pois era obviamente um acessório da Tribo da Água.[9] Katara usou o colar novamente depois de descartar seu disfarce da Nação do Fogo durante o Dia do Sol Negro e continuou a usá-lo depois,[10] exceto em casos que exigiam que ela usasse seu traje da Nação do Fogo, como quando ela assistiu a uma peça na Ilha Ember[11] e quando ela e Suki procuraram por Aang.[12]

Katara chora de felicidade

Katara segurou o colar com as pontas dos dedos quando Hakoda disse que sua mãe ficaria orgulhosa dela.

Quando Katara e Sokka se reuniram com seu pai na coroação de Zuko como Senhor do Fogo, Hakoda disse a Katara e seu irmão que ele ouviu sobre seus bravos feitos nos estágios finais da Guerra dos Cem Anos, e que ele era o pai mais orgulhoso do mundo. Além disso, ele se voltou para Katara e declarou que sua mãe também ficaria orgulhosa. Isso trouxe lágrimas aos olhos de Katara, enquanto ela descansava as pontas dos dedos contra a pedra esculpida do colar de sua mãe.

Mais de um ano desde o final da Guerra dos Cem Anos, Katara ainda usava o colar de sua mãe como parte de seu novo conjunto da Tribo da Água, e continuou a usá-lo até a velhice.[13]

Referências[]

  1. 1,0 1,1 1,2 O Mestre de Dobra de Água. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 18. Nickelodeon. (18 de novembro de 2005). Michael Dante DiMartino (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  2. 2,0 2,1 Aprisionados. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 6. Nickelodeon. (25 de março de 2005). Matthew Hubbard (roteirista) & Dave Filoni (diretor).
  3. Os Atacantes do Sul. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 16. Nickelodeon. (17 de julho 2008). Elizabeth Welch Ehasz (roteirista) & Joaquim Dos Santos (diretor).
  4. O Pergaminho de Dobra de Água. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 9. Nickelodeon. (29 de abril de 2005). John O'Bryan (roteirista) & Anthony Lioi (diretor).
  5. A Vidente. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 14. Nickelodeon. (23 de setembro 2005). Aaron Ehasz, John O'Bryan (roteiristas) & Dave Filoni (diretor).
  6. Bato da Tribo da Água. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 15. Nickelodeon. (7 de outubro de 2005). Ian Wilcox (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  7. O Cerco do Norte Parte 2. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 20. Nickelodeon. (2 de dezembro de 2005). Aaron Ehasz (roteirista) & Dave Filoni (diretor).
  8. As Encruzilhadas do Destino. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 2. Episódio 20. Nickelodeon. (1 de dezembro de 2006). Aaron Ehasz (roteirista) & Michael Dante DiMartino (diretor).
  9. A Faixa de Cabeça. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 2. Nickelodeon. (28 de setembro de 2007). John O'Bryan (roteirista) & Joaquim Dos Santos (diretor).
  10. O Dia do Sol Negro Parte 1 - A Invasão. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 10. Nickelodeon. (30 de novembro de 2007). Michael Dante DiMartino (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  11. Os Atores da Ilha Ember. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 17. Nickelodeon. (18 de julho de 2008). Tim Hedrick, Joshua Hamilton, John O'Bryan (roteiristas) & Giancarlo Volpe (diretor).
  12. O Cometa de Sozin Parte 1 - O Rei Fenix. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 18. Nickelodeon. (19 de julho de 2008). Michael Dante DiMartino (roteirista) & Ethan Spaulding (diretor).
  13. Bem-Vinda à Cidade República. A Lenda de Korra. Temporada 1. Episódio 1. Nickelodeon. (14 de abril de 2012). Michael Dante DiMartino, Bryan Konietzko (roteiristas) & Joaquim Dos Santos, Ki Hyun Ryu (diretores).
Advertisement