Avatar Wiki
Advertisement
"A Cidade República precisa da Avatar novamente."
Tenzin para Korra

Bem-Vinda à Cidade República é o 1º episódio do Livro Um: Ar, e o 1° episódio em geral de A Lenda de Korra. Foi exibido em 14 de Abril de 2012 nos Estados Unidos e em 08 de Setembro de 2012 no Brasil.

Visão Geral[]

Depois de ter completado seu treinamento em Dobra de Fogo, a Avatar Korra está ansiosa para começar a aprender seu último elemento, o ar, com Tenzin, filho do Avatar Aang. No entanto, devido a suas responsabilidades políticas na Cidade República, ele precisa adiar o início do treinamento de Korra. Frustrada, a jovem Avatar decide segui-lo e foge do complexo onde vive e vai escondida até a Cidade República, com o objetivo de encontrar Tenzin e aprender a dobrar o ar ali. Após descobrir que a cidade grande não é exatamente como imaginava, a Avatar luta contra um grupo de ladrões e acaba detida. A chefe de polícia da cidade, Lin Beifong, aceita soltá-la desde que Tenzin se comprometa a enviar Korra de volta para o Polo Sul. No entanto, após uma conversa franca entre os dois, Tenzin decide que Korra pode ficar na Cidade República e os dois começam a treinar juntos.

Resumo do Episódio[]

Os investigadores da Ordem do Lótus Branco ficam chocados ao ver que a pequena Korra já dobra três elementos.

Na Tribo da Água do Sul, três membros da Ordem do Lótus Branco caminham pela neve em direção a uma casa. Um homem recebe os três na entrada e diz que é uma honra recebê-los. Ao entrarem, os três são cumprimentados pela esposa do homem, que também estende as boas-vindas. Os três explicam que já investigaram muitas afirmações, todas falsas, em ambas as Tribos da Água, e perguntam ao casal por que eles têm tanta certeza que a filha deles é a Avatar. Quando a mulher chama sua filha, Korra irrompe na sala, demonstrando, para o choque dos investigadores, que ela já consegue dobrar água, terra e fogo.

Treze anos depois, Korra está fazendo uma espécie de prova, ou exame final, para ser considerada mestre de dobra de fogo. Ela luta contra dois outros dobradores de fogo e derrota ambos com relativa facilidade.

Agora adolescente, a Avatar Korra já é considerada mestre das dobras de água, terra e fogo.

Observando, Katara comenta que ela é muito boa, um dos membros da Ordem responde que ela não tem auto-controle. Quando Korra se aproxima dos professores que observam ela, eles dizem que a Avatar deve ter excelente domínio tanto do aspecto físico (a dobra dos elementos) quanto do aspecto espiritual de suas responsabilidades. Apesar de ser uma excelente dobradora, Korra tem dificuldades para se conectar com seu lado espiritual. Ela responde que quem pode ajudá-la com isso é Tenzin, filho do Avatar Aang e atualmente o único mestre de dobra de ar no mundo inteiro. Katara diz que concorda, e os mestres decidem que está na hora de Korra começar a aprender seu último elemento. Extremamente feliz com a notícia, Korra vai ver seu animal de estimação, uma cadela-urso polar chamada Naga, e leva ela para passear, após receber permissão dos guardas do portão.

Katara com seu filho mais novo Tenzin, e a esposa dele Pema, que aguarda o nascimento do quarto filho do casal.

Um bisão voador pousa na Tribo da Água do Sul, carregando Tenzin, filho do Avatar Aang, junto com sua esposa grávida Pema e os filhos do casal, Jinora, Ikki e Meelo. As duas meninas descem do bisão e Tenzin diz para sua mãe que está feliz em vê-la e pede ajuda com Meelo. Katara tenta pegar o neto no colo mas ele quer ser solto. Jinora se aproxima, diz que leu muito sobre as aventuras da avó e aproveita para perguntar o que aconteceu com a mãe de Zuko. Katara está prestes a responder quando é interrompida por Ikki, que fala rápido e faz várias perguntas, uma atrás da outra. Tenzin percebe que Pema está descendo do bisão e corre para ajudá-la. Katara se aproxima e dá um abraço na nora, dizendo que sente que o bebê que ela carrega será um poderoso dobrador. Pema não parece muito animada com a notícia, explicando que queria um filho não-dobrador. Meelo faz uma brincadeira com dobra de ar e acerta neve no rosto de Pema, que pergunta para Katara se Tenzin e os irmãos dele eram tão hiperativos assim quando eram pequenos. Katara responde que Kya e Bumi eram, mas Tenzin sempre havia sido muito sério.

Quando Tenzin nota a presença de Korra, ele diz que está impressionado com o quanto a jovem cresceu. Ela agradece e diz que está animada para começar a aprender a dobrar o ar. A expressão no rosto de Tenzin muda, e sua esposa diz que ele vai ter que contar a má notícia mais cedo ou mais tarde. Katara deduz o que eles querem dizer: Tenzin não vai poder ficar. Ele confirma, e explica que vai voltar para a Cidade República na manhã seguinte, o que deixa Korra muito decepcionada. Ela insiste para que ele fique, mas ele pede desculpas e diz que ela terá que esperar para se tornar dobradora de ar.

A Avatar Korra fica muito frustrada ao saber que seu treinamento em dobra de ar terá que ser adiado

À noite, quando todos estão na mesa jantando, Korra pede mais uma vez para que Tenzin fique. Ele responde que ele tem responsabilidades políticas como um dos líderes da Cidade República. A Avatar então sugere que já que ele não pode ficar, talvez ela possa ir junto com ele morar na cidade. O líder da Ordem do Lótus Branco diz que isso não pode acontecer, pois a cidade é muito perigosa e o Avatar Aang encarregou a Ordem de proteger Korra e mantê-la sob sua tutela até que ela tenha completado seu treinamento nos quatro elementos. Contrariada, a Avatar sai da mesa.

Korra se despede de seus pais após decidir fugir para a Cidade República

Na manhã seguinte, Tenzin e sua família vão embora em seu bisão voador. Korra observa eles por alguns instantes e toma uma decisão. Ela vai buscar Naga e começa a preparar a cela da cadela quando é pega no flagra por Katara, que percebeu que ela ia tentar fugir. Korra explica seus motivos e para sua surpresa, Katara concorda e incentiva a jovem a encontrar seu próprio caminho. Katara diz que tem certeza de que Korra será uma ótima Avatar e as duas se despedem. Korra vai até a casa de seus pais e se despede dos dois também. Depois, ela e Naga conseguem se esconder no compartimento de cargas de um navio que vai para o porto da Cidade República.

A capital da República Unida das Nações

Quando o navio chega em seu destino, Korra e Naga descem e a jovem Avatar fica maravilhada ao ver a Cidade República pela primeira vez. Ela fica especialmente maravilhada com a gigantesca estátua do Avatar Aang, que fica sobre uma ilha na Baía Yue. Korra nota também a Ilha do Templo do Ar, onde Tenzin mora. É para lá que ela quer ir, mas Naga está com fome, e Korra tenta encontrar algo para a cadela comer. No entanto, a jovem Avatar não tem dinheiro nenhum e não consegue comprar nada. Então, as duas vão até um parque que tem uma pequena lagoa. Korra pega alguns peixes e usa dobra de fogo para assá-los e dá-los para Naga, que come. Um morador de rua se aproxima e pede para comer um peixe. A Avatar dá um para ele e comenta que ela achava que todos na cidade tinham vida fácil. O mendigo responde que a jovem Avatar tem muito que aprender sobre a cidade. De repente, eles são avistados por um guarda, que diz que pescar na lagoa do parque não é permitido. Korra e Naga fogem.

A Avatar passa por um grupo de pessoas que estão reunidas ouvindo um homem que grita sobre um palanque. Ele diz coisas ruins sobre os dobradores, afirmando que eles são uma classe dominante opressora. Korra responde e diz que dobrar os elementos é a coisa mais legal do mundo. Ele responde dizendo que tem certeza que ela adoraria derrubá-lo do palanque, e Korra responde que sim, sem perceber que dessa forma deu razão ao homem. A pequena multidão reunida começa a vaiá-la e ela foge.

Os policiais da Cidade República são dobradores de metal

Ainda perdida na cidade, Korra está pedindo informações para um vendedor quando nota que ele fica muito assustado ao ver um grupo de pessoas. Percebendo que eles são membros de uma gangue, Korra decide lutar contra eles. Eles zombam dela mas logo são surpreendidos quando ela começa a dobrar vários elementos e derrota eles. De repente, policiais dobradores de metal chegam na cena e prendem os membros da gangue. Achando que eles vão agradecer pela ajuda, Korra leva um susto quando eles anunciam que ela também está presa por destruição de propriedade pública e privada. A Avatar tenta fugir, mas os policiais conseguem capturá-la junto com Naga. Na delegacia, Korra é interrogada por Lin Beifong, chefe de polícia da cidade. A Avatar não acredita que Lin está sendo tão dura com ela, já que sua mãe e o Avatar Aang eram amigos próximos, mas a policial não se deixa levar. Tenzin aparece e depois de conversar com Lin, consegue persuadi-la a soltar Korra, mas ela garante que ficará de olho na jovem Avatar.

Quando os dois vão buscar Naga, Korra diz para Tenzin que ficar trancada no complexo não está fazendo dela uma Avatar melhor. Ela diz que precisa conhecer o mundo real, e que viver na Cidade República vai ajudar nesse sentido. Korra também diz para Tenzin que a mãe dele concorda com ela. Diante disso, Tenzin fica sem argumentos até que um policial se aproxima dos dois trazendo Naga.

Maravilhada com a notícia de que vai poder morar na cidade e aprender seu último elemento, Korra levanta Tenzin e as filhas dele num abraço coletivo

Os dois estão num barco em direção à Ilha do Templo do Ar, e Tenzin olha para a estátua de seu pai, talvez se perguntando o que ele diria. Quando os dois chegam nas docas, um grupo de membros da Ordem do Lótus Branco já está esperando por eles, prontos para enviar Korra de volta para o Polo Sul. As duas filhas mais velhas de Tenzin chegam e perguntam para Korra se é verdade que ela vai morar com elas, mas a Avatar diz com voz triste que tem que voltar para o complexo. No entanto, antes que Korra entre no navio, Tenzin interrompe ela e admite que ela tem razão. Desde que o Avatar Aang morreu, a Cidade República não está mais em equilíbrio e a presença da Avatar é necessária para restaurá-lo. Ele achava que manter Korra no complexo era respeitar o legado de seu pai, mas agora ele entende que Korra é o legado de Aang. Ele anuncia que vai começar a ensinar dobra de ar para ela e Korra levanta todos os três num abraço coletivo. Pouco depois, Korra dá uma entrevista coletiva perto do prédio do governo da cidade, e anuncia que vai morar na Ilha do Templo do Ar junto com Tenzin, onde vai aprender seu último elemento. A Avatar anuncia que está ansiosa para servir ao povo da cidade.

Na última cena do episódio, dois homens misteriosos estão ouvindo o discurso de Korra pelo rádio. Eles comentam que a Avatar chegou na cidade antes do que eles esperavam, e que diante disso, eles terão que acelerar seus planos.

Continuidade e Curiosidades[]

  • Quando Tenzin, Pema e seus filhos chegam na Tribo da Água do Sul, Jinora e Ikki descem do bisão voador usando uma técnica de dobra do ar criada pelo avô delas, o Avatar Aang.
  • No final do episódio, quando Jinora e Ikki vão ao lugar onde Tenzin e Korra estão conversando, elas estavam voando usando planadores tradicionais dos Nômades do Ar, iguais ao usado pelo Avatar Aang.
  • Quando Korra chega na Cidade República e vê pela primeira vez a gigantesca estátua do Avatar Aang, ela fica alguns momentos olhando fixamente para ela. A cena é muito semelhante a quando o próprio Aang passou vários segundos encarando a estátua do Avatar Roku ao vê-la pela primeira vez no Templo de Ar do Sul.
  • No episódio "A Tempestade", da primeira série, foi revelado que os Avatares só são informados de quem são quando completam 16 anos. Até então a única exceção era Aang, que foi informado de que era o Avatar antes da idade correta por causa do começo da Guerra dos Cem Anos. Nesse episódio, é revelado que Korra descobriu sozinha, quando ainda era criança, que conseguia dobrar mais de um elemento, uma prova da inacreditável aptidão natural que ela sempre teve.
  • Durante a conversa entre o Tenente e Amon no final do episódio, é possível ver na parede os esquemas de um meca-tanque.
Advertisement