Avatar Wiki
Advertisement
Emblema da Nação do FogoEmblema do Reino da Terra


Balão

O balão de ar quente usado por Sokka e Zuko para viajar até Rocha Fervente era do tipo da Nação do Fogo.

O balão de ar quente, também conhecido como balão de guerra, é uma arma experimental que o mecânico desenvolveu originalmente para a Nação do Fogo em troca da segurança dos refugiados que viviam no Templo do Ar do Norte. O mecânico teve dificuldade em descobrir como controlar o balão, mas resolveu o problema com a ajuda de Sokka. O segredo era criar uma pequena válvula na parte superior do balão que permitisse ao piloto liberar o ar quente à vontade, controlando assim o movimento para cima e para baixo do balão.[1] O balão também tem pelo menos uma hélice giratória em sua parte traseira, controlando o movimento para frente e para trás do balão.

História[]

A Nação do Fogo recuperando o balão

Os soldados da Nação do Fogo recuperaram o balão de guerra original após a batalha pelo Templo do Ar do Norte.

O mecânico e Sokka usaram um protótipo de balão de guerra contra os soldados da Nação do Fogo que tentaram invadir o Templo do Ar do Norte jogando bombas sobre eles. Tendo ficado sem bombas, eles usaram a fornalha do navio como um explosivo para detonar uma bolsa de gás em um abismo próximo, o que causou uma grande explosão que forçou os invasores a recuar. A vitória também fez com que o balão perdesse altitude devido à perda de sua fonte de calor. Por causa disso, o mecânico e Sokka foram forçados a abandonar a embarcação no meio do voo, permitindo que o Ministro da Guerra Qin recuperasse seus restos na floresta pouco depois. Ao descobrir os fragmentos do balão, Qin afirmou: "Esta derrota é o portão para muitas vitórias."[2]

Na primavera de 100 DG, um balão de ar quente foi usado para transportar vários prisioneiros de alta segurança, incluindo Suki, do Reino da Terra para a prisão de Rocha Fervente.[3]

Após a invasão fracassada no Dia do Sol Negro, a Nação do Fogo desencadeou toda uma armada desses balões de guerra sobre os invasores. Para desespero do mecânico e do resto da força de invasão, as tropas descobriram que o Ministro da Guerra havia adaptado a tecnologia do balão de guerra para uso nos dirigíveis da Nação do Fogo, muito maiores e mais novos. Eles foram usados para bombardear os submarinos dos invasores, prendendo-os no continente da Nação do Fogo. Depois que a invasão falhou, Zuko comandou um desses balões para seguir Aang e seus amigos por todo o caminho até o Templo do Ar do Oeste para que ele pudesse se juntar a eles.[4]

Balão de Ar quente do Reino da Terra

O Rei da Terra Kuei voou para enfrentar as forças da Nação do Fogo em Yu Dao em um balão de ar quente decorado com as cores do Reino da Terra.

Antes de Zuko ser aceito no grupo, ele usou a vela de seu balão como abrigo.[5] Mais tarde, ele usou o balão novamente quando ele e Sokka viajaram para a prisão de Rocha Fervente para salvar o pai de Sokka, Hakoda. O balão foi destruído em um pouso forçado quando o intenso calor do lago fervente ao redor igualou o calor do balão e o impossibilitou de voar. Sokka eliminou os destroços no lago fervente para evitar que os guardas da prisão os encontrassem, onde estavam perdidos para sempre.[6]

Um ano após a Guerra dos Cem Anos, o Reino da Terra adquiriu as especificações para balões de ar quente e incorporou a nave mais leve que o ar em sua própria linha de guerra, embora modificada para agora ostentar o emblema e as cores do Reino da Terra. Uma dessas unidades foi usada para transportar o Rei da Terra Kuei para Yu Dao, uma estratégia que permitiria a ele comandar seu exército pela frente e fazer cumprir o Movimento de Restauração da Harmonia‏‎ .[7]

Mai, Ty Lee, Iroh e uma unidade das Guerreiras Kyoshi usaram um balão de ar para se encontrar com Suki depois que a caravana do Senhor do Fogo Zuko foi emboscada pela Sociedade Nova Ozai na floresta perto da Capital da Nação do Fogo.[8]

Operação[]

Os balões originais da Nação do Fogo eram operados por uma tripulação de dois dobradores de fogo: um o mantinha no céu controlando o calor e o outro se encarregava de seu ataque atacando os inimigos abaixo ou voando perto do balão. No entanto, quando os militares do Reino da Terra adquiriram os projetos do balão, os modelos foram modificados para que pudessem ser operados sem o uso de dobra de fogo.

Os balões operavam com uma ou três hélices; uma na parte traseira da nave e potencialmente uma hélice adicional em cada lado.[4]

Fraquezas[]

Sendo dependente do ar quente para a altitude, o balão é incapaz de permanecer no ar quando navega em uma área onde o ar circundante é aquecido a pelo menos temperaturas iguais às do ar preso dentro do balão.[6]

Referências[]

  1. Do antigo site oficial de Avatar: A Lenda de Aang, originalmente em Nick.com. Em inglês; já não mais atualizado, nem disponível. Enciclopédia arquivada em aqui. The Lost Lore of Avatar Aang - Gear: Hot Air Balloon.
  2. O Templo de Ar do Norte. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 17. Nickelodeon. (4 de novembro de 2005). Elizabeth Welch Ehasz (roteirista) & Dave Filoni (diretor).
  3. Hamilton, Joshua (autor), Ridge, Justin (artista), Sno Cone Studios (colorista), Comicraft (letrista). "Sokka the Avatar" (9 de setembro de 2006), Nick Mag Presents: Avatar: The Last Airbender.
  4. 4,0 4,1 O Dia do Sol Negro Parte 2 - O Eclipse. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 11. Nickelodeon. (30 de novembro de 2007). Aaron Ehasz (roteirista) & Joaquim Dos Santos (diretor).
  5. O Templo de Ar do Oeste. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 12. Nickelodeon. (14 de julho de 2008). Elizabeth Welch Ehasz, Tim Hedrick (roteiristas) & Ethan Spaulding (diretor).
  6. 6,0 6,1 A Rocha Fervente - Parte 1. Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 14. Nickelodeon. (16 de julho de 2008). May Chan (roteirista) & Joaquim Dos Santos (diretor).
  7. DiMartino, Michael Dante; Konietzko, Bryan; Yang, Gene Luen (autor), Sasaki of Gurihiru (penciling, inking), Kawano of Gurihiru (colorista), Heisler, Michael; Comicraft (letrista). A Promessa Parte Dois (30 de maio de 2012), Dark Horse Comics.
  8. DiMartino, Michael Dante; Konietzko, Bryan; Yang, Gene Luen (autor), Sasaki of Gurihiru (penciling, inking), Kawano of Gurihiru (colorista), Heisler, Michael; Comicraft (letrista). Sombra e Fumaça Parte Um (23 de setembro de 2015), Dark Horse Comics.

Veja também[]

Advertisement