FANDOM


Emblema da Dobra de ArEmblema dos Nômades do Ar

"Escolham bem, um bisão voador é uma companhia para a vida toda"
— Irmã Iio[1].

Appa é o fiel Bisão Voador pertencente a Aang. Aang e Appa, juntamente com o Momo, tem um forte vínculo familiar entre si já que são os últimos de sua espécie. Ele é mais conhecido por sua habilidade de voar, através de Dobra de Ar, apesar do seu altíssimo peso. Isto faz dele o principal meio de transporte utilizado pela Equipe Avatar.

HistóriaEditar

Quando Appa ainda era um jovem bisão que vivia ao redor do Templo do Ar do Leste, os dobradores de ar jovens podiam conhecer seus futuros companheiros, que se uniriam a eles por toda a vida. A mãe do rebanho de bom grado orientou seus bezerros a encontrar os jovens monges. Aang avançou e ofereceu uma maçã para Appa, e os dois se tornaram melhores amigos quase imediatamente depois.[1]

Pouco antes do genocídio dos Nômades do Ar, Aang ouviu que os monges o separariam de Gyatso e posteriormente decidiu fugir, usando Appa como seu meio de transporte. Appa não sabia para onde estava indo, apenas que estava saindo dos templos do Ar.

Viagem ao NorteEditar

Aang voou com Appa sobre o oceano, até a altura em que foram apanhados por uma tempestade violenta que empurrou os dois para debaixo dágua, agitando o vento e as ondas até Aang perder a consciência. Diante de uma situação de vida ou morte, o jovem Avatar entrou no Estado Avatar e congelou-se com Appa em um iceberg,[2] o último ficou preso em hibernação junto com Aang por cem anos.

O par foi descoberto por Katara e Sokka. Depois disso, Appa se tornou a principal forma de transporte do grupo em sua busca para ajudar Aang a dominar todos os quatro elementos no mundo.[3] Ele apareceu na maioria dos encontros de Sokka e da princesa Yue, tentou roubar comida com Momo no pântano nebuloso e se tornou um amigo amado de todos os membros da Equipe Avatar.

DesapariçãoEditar

Appa foi capturado no deserto por dobradores de areia, onde sofreu muito e inclusive adquiriu um medo extremo de fogo, pois foi vendido para um circo e o apresentador usava um chicote de labaredas para puni-lo, mas conseguiu se reunir com Aang em Ba Sing Se.

Appa se perdeu por um curto período de tempo quando o grupo estava viajando pelo Reino da Terra, tendo sido sequestrado por um grupo de dobradores de areia no meio do vasto deserto de Si Wong, enquanto Aang, Katara, Sokka e Momo estavam presos em uma biblioteca espiritual subterrânea.

Appa acabou sendo vendido para comerciantes cabeças de besouros, que por sua vez o venderam para um circo da Nação do Fogo, onde um treinador sádico tentou fazer dele parte do show. Encorajado por um garoto compreensivo, ele mais tarde escapou e correu de volta ao deserto de Si Wong, onde viu Aang pela última vez. Compreendendo que seus amigos não estavam mais lá, Appa viajou por todo o Reino da Terra até encontrar as Guerreiras Kyoshi, que curaram suas várias feridas, físicas e emocionais, que ele havia sofrido em suas viagens. Eles queriam acompanhá-lo de volta a Aang, mas logo foram frustrados em sua tentativa quando Azula e suas aliadas atacaram. Ele foi forçado a fugir, levado por Suki enquanto as guerreiras tentavam atrasar as três meninas da Nação do Fogo.

Em sua jornada, Appa encontrou Guru Pathik no Templo do Ar do Leste, onde o Guru foi capaz de contar a Appa a localização de Aang lendo sua energia. Consequentemente, ele voou para Ba Sing Se, onde foi capturado por Long Feng[1] e mantido em um local secreto sob o lago Laogai até seu resgate pelas mãos de Zuko, que inicialmente planejava utilizá-lo para capturar o Avatar até que ele conversou com seu tio Iroh, decidindo fazer a coisa certa e libertar o bisão.

Livre em Ba Sing SeEditar

Appa encontrou o grupo encurralado por Long Feng e o Dai Li e foi fundamental na derrota, mordendo Long Feng na perna quando confrontado por ele. Uma vez seguro, Aang o recebeu em uma demonstração chorosa de afeto.[4] Appa participou da entrada forçada no Palácio Real do Reino da Terra, fornecendo a primeira evidência ao subterfúgio do Rei da Terra Kuei de Long Feng desde que a marca de mordida de Long Feng ainda permanecia.

Quando os esforços de encobrimento do Dai Li deixaram o Rei da Terra cético em relação às reivindicações da Equipe Avatar, Sokka fez um último esforço para mostrar ao rei a broca da Nação do Fogo arruinada, seduzindo-o com uma carona no Appa. Desde que sua sela foi perdida durante sua captura, o grupo foi forçado a cavalgar sem sela.[5] Após a queda de Ba Sing Se, Appa foi visto fugindo com a Equipe Avatar, incluindo Aang quase fatalmente ferido, o Rei da Terra, e seu animal de estimação, Bosco, fora da cidade agora capturada.[6]

Na Nação do FogoEditar

Appa ficou com o grupo quando eles entraram no navio comandado pela Marinha de Fogo de Hakoda e construíram uma nova sela para ele. Depois que Aang entrou em uma tempestade, Appa e o resto da Equipe Avatar se separaram da tripulação de Hakoda e perseguiram Aang, reagrupando-se na Ilha da Lua Crescente.[7] Enquanto eles viajavam pela Nação do Fogo, Appa foi forçado a permanecer escondido até que ele teve que voar, enquanto Aang e Katara criaram uma nuvem ao seu redor, de modo que ele se assemelhava a uma nuvem para qualquer civil da Nação do Fogo.[8] Quando eles deixaram ele e Momo sozinhos, a gangue teve que encobrir Appa com alguma forma de camuflagem. Depois que a invasão à Nação do Fogo falhou no Dia do Sol Negro, Appa levou os amigos de Aang e todos os membros mais jovens da força de invasão ao Templo do Ar do Oeste em busca de refúgio.[9] Sem o conhecimento da Equipe Avatar, Zuko abandonou a Nação do Fogo durante a invasão e os seguiu até o templo. Quando ele chegou, Appa imediatamente o recebeu e o lambeu, resultado direto de ele permanecer grato à prisão por libertá-lo de sua prisão em Ba Sing Se. Apesar do óbvio acolhimento de Appa por Zuko, o grupo não aceitou a proposta deste último de ensinar Dobra de Fogo a Aang até que ele salvou o grupo de um ataque conduzido pelo Homem Combustão.[10]

Nos últimos dias da Guerra dos Cem Anos, a chegada do cometa de Sozin, Appa ajudou a Equipe Avatar, excluindo Aang, a viajar para o Reino da Terra,[11] onde eles tiveram June e seu shirshu, Nyla, tentando rastrear Aang. Sem sucesso, eles rastrearam Iroh, usando sua sandália, que residia fora de Ba Sing Se com o resto da Ordem do Lótus Branco.[12] Appa mais tarde escoltou Zuko e Katara para a Capital da Nação do Fogo para seu confronto com Azula.[12]

Após a Guerra dos Cem AnosEditar

Após o fim da Guerra dos Cem Anos, Appa foi vista em Ba Sing Se com a turma enquanto eles comemoravam sua vitória no Dragão de Jasmin, aparentemente curtindo a música de chifre tsungi de Iroh.[13] Depois disso, a equipe decidiu pegar uma carona em Appa antes da celebração do rei da Terra Kuei no anúncio do Movimento de Restauração da Harmonia para o reino.[14]

Um ano depois, quando o movimento estava sendo realizado, a Appa ajudou a Equipe Avatar a transportar a população das colônias da Nação do Fogo de volta para sua nação.[14]

Um ano após o fracasso do Movimento de Restauração da Harmonia, Appa mais uma vez embarcou em uma missão e transportou a Equipe Avatar para Hira'a em busca da mãe de Zuko, Ursa. No entanto, ele estava visivelmente chateado com o fato de Azula estar acompanhando a equipe na viagem. No caminho para lá, o grupo foi atacado por um espírito de lobo, então Appa ajudou na batalha contra a besta.[15] Depois que a equipe aprendeu sobre o voo de Ikem no Vale Esquecido, ele ficou para trás e depois voou de volta para Hira'a, junto com os membros restantes da Equipe Avatar e a Mãe das Caras.[16]

Embora Appa fosse o último dos bisões voador após o genocídio dos nômades do ar, Aang descobriu um novo rebanho durante suas aventuras após a Guerra dos Cem Anos, com colônias de bisões saudáveis ​​residindo nos templos do Ar.

PersonalidadeEditar

Appa parecia ter uma atitude razoavelmente confiante, pois não demorou muito para aceitar a maçã oferecida a ele por Aang - a quem ele se tornou incrivelmente leal -[1] e imediatamente gostou de Sokka quando o viu pela primeira vez.[3] No entanto, essa característica foi prejudicada devido à sua experiência com o treinador de circo[1] e os dobradores de areia.[1] Nesses momentos difíceis, ele parecia ter sentimentos semelhantes em relação aos seres humanos quando sentia falta de Aang e sua família no Templo do Leste[1] enquanto tentava ao máximo encontrar o Avatar e seus amigos.

Appa pode ter tido algum grau de inteligência, bocejando depois que Aang o levou[17] e aparentemente "repreendeu" Falquito e Momo quando os dois lutaram devido à ordem de Sokka de que Appa estava no comando.[18] Sua inteligência foi demonstrada ainda mais quando ele estava levando a equipe e o professor Zei à biblioteca de Wan Shi Tong, respondendo com um grunhido quando Zei fez uma pergunta.[19]

Appa tinha medo de ir ao subterrâneo.[20][21] Desde sua experiência no circo da Nação do Fogo, ele também desenvolveu um medo em relação ao fogo.[1]

HabilidadesEditar

Dobra de ArEditar

Sendo um bisão do ar, Appa possuía a dobra de ar e aparentemente usava sua cauda. Sendo um bisão do céu, Appa possuía dobra de ar e, aparentemente, usava sua cauda como a principal força motriz por trás de sua dominação,[22][23] mas ele também havia demonstrado a capacidade de realizá-lo com a boca. Ele usou principalmente sua capacidade de voar em alturas extremas e evitar ataques. Apesar da tranquilidade relacionada à sua personalidade e espécie, Appa mostrou-se capaz de lutar sempre que necessário,[1] criando rajadas de ar poderosas com apenas um movimento do rabo e ganhando vantagem sobre seus oponentes ao pairar.[24] Ele até derrotou Long Feng,[5]Ty Lee e Mai.[23]

ForçaEditar

Sendo um bisão, Appa tinha muita força bruta e resistência. As melhores demonstrações disso foram na luta contra Nyla na abadia,[24]e contra um javali-q-pinheiro adulto na floresta.[1] Sua força era tão grande que Appa levantou dois tanques tundra da Nação do Fogo simultaneamente, virando-os. Usando os dentes sozinho, ele foi capaz de agarrar Long Feng pela perna e jogá-lo a uma grande distância.

VigorEditar

Devido ao seu tamanho e massa, Appa precisou de muita energia para permanecer no ar, então ele não podia voar por um longo período de tempo e exigiu periodicamente parar ou descansar.[10][23] No entanto, houve momentos em que ele demonstrou extrema resistência, como quando Katara afirmou que eles voaram dois dias sem parar[25] e quando ele teve que voar continuamente para evitar Azula, Ty Lee e Mai por horas a fio com apenas alguns minutos de descanso cada vez que ele parava.[23] Além disso, Appa era capaz de carregar um fardo bastante nas costas, tendo transportado sete pessoas de peso médio em uma jornada.[9]

Outras habilidadesEditar

Appa era capaz de nadar muito bem[3][25] No entanto, ele voava ou andava com mais frequência[10][26] ao invés de nadar.

Apesar de não ter a capacidade de falar a linguagem humana, Appa entende a linguagem humana.[1][27]

FamíliaEditar

   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
Mãe de Appa
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
Desconhecido
   
   
Desconhecido
   
   
Appa
   
   
Desconhecido
   
   
Desconhecido

Appearances Editar

Avatar: The Last Airbender

Book One: Water (水)

Book Two: Earth (土)

Book Three: Fire (火)

Avatar comics

Book One: Water (水)

Book Two: Earth (土)

Book Three: Fire (火)

Graphic novel trilogies

Trívia Editar

  • O Appa era um herbívoro, conforme indicado pelos dentes e dieta, que era composto principalmente de plantas e frutas. Como a maioria dos animais de fazenda, Appa parecia preferir o feno quando estava disponível. Appa também consumiu mel e tentou arrebentar um ovo quando estava desesperado por comida.
  • Appa não responde ao apito de bisão se está dormindo.
  • De acordo com seus cartazes de desaparecido e uma declaração feita por Aang, o peso da Appa era de dez toneladas. Em "As Guerreiras de Kyoshi", Sokka referiu-se a Appa como um "monstro mágico de dez toneladas".
  • O design da Appa é semelhante ao do Catbus do filme de anime Meu Vizinho Totoro, lançado em 1988. O Catbus também possui várias pernas e uma grande cauda.
  • O nome de Appa é um palíndromo, como Kuruk e Ikki.
  • O co-criador Bryan Konietzko descreveu Appa como um híbrido de peixe boi com bisão, embora o aspecto de peixe boi de Appa seja extremamente sutil. Esboços de desenvolvimento inicial de Appa mostram-lhe com características faciais muito mais parecidas com o mamífero marinho.
  • Os projetos iniciais também mostram Appa com chifres espirais, no entanto, eles foram removidos por serem "muito difíceis de animar à mão".
  • Appa era originalmente um animal parecido com um cão e muito menor, embora ainda maior do que Aang. O design foi eventualmente reciclado para Naga, o companheiro animal de Korra.
  • Appa era claustrofóbico, e depois dos eventos no circo da Nação do Fogo, ele também desenvolveu pirofobia, isso é, medo de fogo.
  • Foi mostrado que Appa podia dormir de lado com as pernas enroladas em sua cauda.
  • Embora Aang seja considerado o último mestre do ar da série, Appa, sendo um bisão do céu, também era um dominador de ar. Isso significa mais especificamente que Aang foi o último dobrador de ar humano e mais o último Nômade do Ar.

ReferênciasEditar

  1. 1,00 1,01 1,02 1,03 1,04 1,05 1,06 1,07 1,08 1,09 1,10 "Os Dias Perdidos do Appa". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 2. Episódio 16. Nickelodeon. (13 de outubro de 2006). Elizabeth Welch Ehasz (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  2. "A Tempestade". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 12. Nickelodeon. (3 de junho de 2005). Aaron Ehasz (roteirista) & Lauren MacMullan (diretor).
  3. 3,0 3,1 3,2 "O Garoto no Iceberg". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 1. (21 de fevereiro de 2005). Nickelodeon. Michael Dante DiMartino, Bryan Konietzko (roteiristas) & Dave Filoni (diretor).
  4. "Lago Laogai". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 2. Episódio 17. Nickelodeon. (6 de novembro de 2006). Tim Hedrick (roteirista) & Lauren MacMullan (diretor).
  5. 5,0 5,1 "O Rei da Terra". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 2. Episódio 18. Nickelodeon. (17 de novembro de 2006). John O'Bryan (roteirista) & Ethan Spaulding (diretor).
  6. "As Encruzilhadas do Destino". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 2. Episódio 20. Nickelodeon. (1 de dezembro de 2006). Aaron Ehasz (roteirista) & Michael Dante DiMartino (diretor).
  7. "O Despertar". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 1. Nickelodeon. (21 de setembro de 2007). Aaron Ehasz (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  8. "A Faixa de Cabeça". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 2. Nickelodeon. (28 de setembro de 2007). John O'Bryan (roteirista) & Joaquim Dos Santos (diretor).
  9. 9,0 9,1 "O Dia do Sol Negro Parte 2 - O Eclipse". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 11. Nickelodeon. (30 de novembro de 2007). Aaron Ehasz (roteirista) & Joaquim Dos Santos (diretor).
  10. 10,0 10,1 10,2 "O Templo de Ar do Oeste". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 12. Nickelodeon. (14 de julho de 2008). Elizabeth Welch Ehasz, Tim Hedrick (roteiristas) & Ethan Spaulding (diretor).
  11. "O Cometa de Sozin Parte 1 - O Rei Fenix". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 18. Nickelodeon. (19 de julho de 2008). Michael Dante DiMartino (roteirista) & Ethan Spaulding (diretor).
  12. 12,0 12,1 "O Cometa de Sozin Parte 2 - Os Velhos Mestres". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 19. Nickelodeon. (19 de julho de 2008). Aaron Ehasz (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  13. "O Cometa de Sozin Parte 4 - O Avatar Aang". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 21. Nickelodeon. (19 de julho de 2008). Michael Dante DiMartino, Bryan Konietzko (roteiristas) & Joaquim Dos Santos (diretor).
  14. 14,0 14,1 Predefinição:Cite comic
  15. Predefinição:Cite comic
  16. Predefinição:Cite comic
  17. "As Guerreiras de Kyoshi". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 4. (4 de março de 2005). Nickelodeon. Nick Malis (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  18. "A Fugitiva". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 7. Nickelodeon. (2 de novembro de 2007). Joshua Hamilton (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  19. "A Biblioteca". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 2. Episódio 10. Nickelodeon. (14 de julho de 2006). John O'Bryan (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  20. "A Caverna dos Dois Amantes". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 2. Episódio 2. Nickelodeon. (24 de março de 2006). Joshua Hamilton (roteirista) & Lauren MacMullan (diretor).
  21. "Os Atacantes do Sul". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 16. Nickelodeon. (17 de julho 2008). Elizabeth Welch Ehasz (roteirista) & Joaquim Dos Santos (diretor).
  22. "O Desertor". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 16. Nickelodeon. (21 de outubro de 2005). Tim Hedrick (roteirista) & Lauren MacMullan (diretor).
  23. 23,0 23,1 23,2 23,3 "A Caçada". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 2. Episódio 8. Nickelodeon. (26 de maio de 2006). Joshua Hamilton (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  24. 24,0 24,1 "Bato da Tribo da Água". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 15. Nickelodeon. (7 de outubro de 2005). Ian Wilcox (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  25. 25,0 25,1 "O Mestre de Dobra de Água". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 18. Nickelodeon. (18 de novembro de 2005). Michael Dante DiMartino (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  26. "Jato". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 10. Nickelodeon. (6 de maio de 2005). James Eagan (roteirista) & Dave Filoni (diretor).
  27. "Solstício de Inverno, Parte 1: O Mundo Espiritual". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 1. Episódio 7. Nickelodeon. (8 de abril de 2005). Aaron Ehasz (roteirista) & Lauren MacMullan (diretor).
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.